Resenha: O Segredo de Emma Corrigan

Título: O Segredo de Emma Corrigan
Autora: Sophie Kinsella
Editora: Best Bolso
Páginas: 383
Ano: 352



Livro lido pelo Kindle Unlimited







Sinopse: Emma Corrigan tem alguns segredinhos... Mas quem não tem? Durante uma viagem de avião bem turbulenta, Emma acredita que não sobreviverá aos solavancos, e acaba contando todos – mas todos! – os seus segredos para o homem sentado na poltrona ao lado. Quando a aeronave pousa em segurança, ela pede desculpas ao companheiro de voo pelo desabafo, pensando que nunca mais veria aquele estranho bonitão.
No dia seguinte, no entanto, ela descobre que seu colega de viagem era ninguém menos que Jack Harper, um dos fundadores da grande Corporação Panther, empresa na qual Emma trabalha como assistente de marketing. E que seu encontro desajeitado com o milionário a colocaria na maior confusão.



Em O Segredo de Emma Corrigan vamos conhecer Emma uma mulher de quase 30 anos, funcionária júnior da empresa de energéticos Panther Corporation que sonha com uma promoção, que a ajudaria muito na sua vida profissional e pessoal, além de fazer com que sua família fiquem impressionados e orgulhosos dela, uma vez que é sempre ofuscada por sua prima Kerry que é muito bem sucedida já que tem sua própria empresa.
Ou seja, essa é tipo a minha grande oportunidade. E tenho uma esperançazinha secreta de que, se me der bem, talvez seja promovida.
A oportunidade perfeita de subir de cargo aparece quando Emma é escolhida para ir em uma reunião de marketing em uma das filiais da empresa na Escócia, porém a reunião não sai como o esperado e além de perder a parceria com a Glen Oil, acaba derramando o produto em alguém muito importante.
Quando termino de falar, coloco a lata com firmeza no meio da mesa, ponho o dedo no anel e, com um sorriso descolado, puxo-o. É como um vulcão entrando em erupção. A bebida espumante com sabor de uva-do-monte explode num jorro para fora da lata, caindo sobre a mesa, encharcando os papéis e blocos com um sinistro líquido vermelho e... ah, não, por favor, não... está escorrendo por toda a camisa de Doug Hamilton.
Arrasada, humilhada e bem triste com o ocorrido Emma antes de entrar no avião (que para si é um martírio já que morre de medo), acaba parando em um barzinho e bebendo alguns drinks. Na volta quando entra no avião senta ao lado de um cara lindo e charmoso e em um momento de turbulência se desespera de conta todos os seus segredos para ele. Quando percebe que falou demais o avião já tinha pousado, mas também não há problema algum e falar da sua vida com quem nunca mais irá ver, que não irá lembra de você e nem do seu nome, certo? Mas, não foi bem isso que aconteceu com Emma...
“... às vezes eu rego a planta dela com suco de laranja, para ela ver o que é bom...
“... um doce de garota, a Katie, do departamento de pessoal. A gente tem um código secreto. Ela vem e diz: ‘Posso checar uns números com você, Emma?’ E na verdade significa: ‘Vamos dar um pulo no Starbucks,...
“... o café no trabalho é a coisa mais nojenta que alguém já bebeu, um veneno absoluto...
“... coloquei no meu currículo “Nota A na prova de matemática do GCSE”, mas na verdade só tirei C. Sei que foi desonesto. Sei que não deveria ter feito isso, mas eu queria tanto conseguir o emprego...”


Sempre vi pessoas elogiando muito a Sophie Kinsella, mas nunca tinha tido a oportunidade de ler algo da autora, além disso li pouquíssimos Chick lits e queria aumentar o conhecimento de livros do gênero, sendo assim, com a ajuda do Kindle Unlimited acabei locando essa obra e li em 1 dia. Não conseguia parar de ler e rir das peripécias aprontadas pela Emma. O que achei mais legal desta personagem é que ela é bem real, sente medo, fica frustrada, fica magoada, se sente solitária as vezes, além de se dedicar a família e não ver nenhum retorno da parte deles. Confesso que mais de uma vez fiquei com raiva dos pais de Emma que ao abrirem as portas para receberem Kerry, acabaram afastando sem perceber sua própria filha. Essa parte dramática do livro ficou bem dosada e tão palpável que eu acabei sentindo tudo aquilo que Emma estava sentindo e me condoí muito por ela. Os outros personagens que compõem a história são ótimos também com a Lissy que é uma verdadeira melhor amiga e Jemima que é uma perua rica que mais atrapalha do que ajuda, mas que está lá para o que der e vier, outro personagem apaixonante é Jack Harper, um mocinho super divertido, adorável e misterioso.

A história não deixa nada a desejar e só lamentamos o fato dela chegar ao fim, pois a vontade e de acompanhar e saber sempre mais sobre a vida dessa mocinha que é muito cativante. A parte boa e que isso te leva a querer conhecer outras histórias da autora que já aviso, são tão boas quanto, pois a primeira coisa que fiz foi ler outras 2 obras da mesma e me diverti tanto quanto me diverti neste aqui.

Não tenho como falar sobre a diagramação já que li o ebook, mas sobre a capa, eu acho a anterior mais bonita. 
Primeira capa lançada pela editora record

Se você está em busca de uma história leve, divertida, bem escrita, romântica e muito muito engraçada, “O Segredo de Emma Corrigan” é uma ótima pedida!

Até a próxima resenha
Beijuh da Rêh

Nota 5

11 comentários:

  1. Oiiii,

    Nunca li nada da autora, mas achei muito interessante a premissa, tem um ponto alto para confusões, como a pessoa sai contando todos os seus segredos só porque acha que irá morrer? Kkkkkk só não gostei muito da capa, quando a vi pela primeira vez achei q fosse um livro com adolescentes, não sei por que rs, mas foi a primeira impressão que tive. De toda forma a dica está anotada e espero poder conferir.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  2. Adoro livros assim, já li uns semelhantes, a gente acaba criando uma proximidade enorme com o protagonista e quando terminamos o livro é como se fosse realmente uma despedida de alguém importante para nós e acaba sendo triste isso kkkk. Adorei a resenha, bjs !!

    ResponderExcluir
  3. Oi Renata! Eu amo esse livro, como eu ri demais, demais com a Emma! E super torci para o casal protagonista e acho que o enredo daria um bom filme tb! Kinsella é ótima, gosto dos outros livros dela, mas esse é sem dúvida emu preferido!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Essa capa está tão fofa. Eu li esse livro tem tempo e amei!

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Rêh! Gostei muito dessa dica! Já achei bem engraçado o fato dela ter se confessado toda para o cara sentado ao lado, com medo que fosse morrer num acidente aéreo. Me interessei em descobrir como são as relações dela com a família, as amigas e como ela vai sair dessa situação de ter contado cada segredo seu para seu chefão, sem nem imaginar.. Adorei de verdade! Parece ser um romance leve e gostoso para sair de uma ressaca literária e rir bastante!


    Bjoxx – www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Rêh!
    Muita gente elogia a Sophie mas nunca li nada e me sinto uma et por isso hahahah
    Gente, já sei que vou amar a Emma e suas peripécias. Só com uns drinks na cabeça mesmo pra sair abrindo o coração para um estranho no avião.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu adoro a escrita da Sophie Kinsella, mas esse livro ainda não li. A história deve ser incrível e bem humorada, como diva do chick-lit suas histórias são bem desenvolvidas e deixa a gente com gostinho de quero mais.
    Fiquei com vontade de conhecer essa história.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  8. Oiii tudo bem???

    Achei que não conhecia o livro, mas com a capa antiga lembrei qual era.
    Só li um livro da autora até hoje, e achei otimo, não sei porque ainda não li mais.
    Ela é bem divertida, espero ler esse em breve.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  9. Oi, Rafa

    Eu nunca li nada da autora e nunca nem tive vontade porque chick-lit não é lá um gênero que eu leio com frequência. Mas o próximo dela eu tô querendo muito ler, só esqueci o nome! Hahahaha Vai ser lançado mês que vem se não me engano.
    Esse livro da resenha é muito bem falado, creio que seja um dos mais populares dela. Deve ser divertido e me identifiquei com a parte dos drinks no avião. A primeira vez que viajei bebi um gorós também! Hahahahaha

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  10. Olá! Tudo bom?

    Ainda não tinha ouvido falar do livro ou da autora, mas acho que é porque eu não sou de ler chick lit, nunca fez o meu estilo. Achei interessante a premissa da história, e parece que tudo se desenvolve de uma forma bem fluida e leve. Deu pra sentir que ela possui um toque de humor então isso me deixa mais animada para conferir o livro. Anotei aqui a sua dica, a resenha estava incrível ♥

    Um beijo
    http://romanceerotic.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Eu amo livros do gênero, amo a forma como a história consegue ser divertida e nos tocar ao mesmo tempo. Ainda não li esse livro (mas quero muito ler algo da autora, só a grana pra comprar os livros que ainda não ajudou, rsrs), mas fico super contente ao ver que você gostou.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, ele é muito importante para nós!

 
CuraLeitura . 2017 | Layout feito por Adália Sá e modificado por Thaiane Barbosa