Resenha: Mechas vermelhas

Título: Mechas Vermelhas
Autor: Gabriel Ellan
Editora: Arwen
Páginas: 144
Ano:2017



Ebook enviado em parceria com o autor








Sinopse: Depois de muito lutar, Jacob Williams deixou para trás seu passado marcado pela dor. A música teve uma grande influência para que seguisse em frente, mas para continuar se dedicando à sua paixão, ele vai para Citadel e ingressa no curso de música da renomada Salford. Nessa nova etapa de sua vida, Jacob conhece Magie Donovan, uma garota de mechas vermelhas e um passado tão triste quanto o dele, mas que ainda não o superou. Comovido com a dor de Magie, o garoto decide ajudá-la e com a aproximação, nasce mais do que uma amizade, mas uma revelação pode mudar todo o percurso do que era para ser uma simples história de amor.

No livro vamos conhecer Jacob, um rapaz que mora em uma cidade pequena chama Danvill com sua mãe, porém como pretendia fazer faculdade acabou se mudando para uma cidade maior chamada Citadel. 
Apesar de amar sua cidade e odiar deixar sua mãe sozinha após a morte do pai e do irmão, Jacob decide ir atrás dos seus sonhos e objetivos.


Depois do que aconteceu com meu irmão e meu pai, sempre foi só nós dois. Eu não era nada sociável com as pessoas que me rodeavam, pois, basicamente, era muito diferente para que chamasse a atenção delas.


Chegando em Citadel, tudo é lindo, a cidade é muito movimentada e sua faculdade é realmente incrível, de cara já faz amizade com seu colega de quarto John Martins. 

— Você não parece ter senso de humor, não é, cara pálida?
— Ele sorria como se fosse aqueles vilões principais de filme de ação. Ótimo, com mais de mil pessoas na faculdade, eu cai logo com o mais retardado.
— Mas isso não é ruim! Podemos ser uma dupla dinâmica, eu com certeza seria o engraçado.

Os dias na faculdade passam normalmente, porém em um dia uma bela mulher de cabelos vermelhos chama a sua atenção por ser linda e por estar sempre triste e sozinha, Jacob até tenta puxar um papo com a moça porém sem muito sucesso.
Com a bela moça na cabeça, Jacob pergunta a Jonh sobre ela e descobre que a menina reprovou no ano anterior, pois com a morte dos seus pais ficou um bom tempo sem ir para a faculdade, Jonh percebeu então o porque de ela ser assim tão reclusa e decidi procura -la para tentar falar com ela, sendo assim sai pelo campus perguntando por ela á todos, quando a vê pulando o muro da faculdade, sem pensar duas vezes ele sai atras dela, depois de andar um pouco pelo mato onde achou que ela estaria, Jacob ouve uma pessoa cantando e tocando violão, e é ela, a garota de Mechas vermelhas.
— Magie Donovan, eu vim de Hammitville. — Magie...esse era seu nome e... Nossa! Hammitville era uma cidade muito rica!
— Também estou cursando música.
— Me peguei feliz em ouvir aquilo, quer dizer, eu ia vê-la todos os dias!


O livro em si é muito rápido de se ler, tem um romancezinho bem clichê entre os personagens principais, porém um final bem triste, quis bater no autor por conta disso. O livro vem tratar de morte e das relações das pessoas que ainda estão vivas. Mostra também como a vida de quem perdeu um ente querido é modificada e como cada um reage a sua dor. O lindo desse livro é que o autor busca nas palavras uma forma de confortar quem já passou ou está passando por uma situação parecida.

O que eu não gostei muito foi que o livro do meio para o fim acelerou demais, os acontecimentos foram surgindo, surgindo e antes que desse tempo de respirar o livro foi finalizado, deixando um vazio no leitor. Como o livro contará com um segundo volume acho que em alguns momentos o autor podia ter segurado mais a história, mesmo que o livro ficasse maior. 
O ponto negativo para mim ficou com a revisão, não é a primeira, nem a segunda, e nem a terceira vez que leio um livro da Arwen e noto problemas na revisão, esse livro por exemplo, contém muitos erros, deixando a impressão de que nem revisado foi, o que é uma lástima para o leitor e principalmente para o autor.

O livro e divido em passado e presente já que quem o escreveu foi o próprio Jacob, digamos assim.
Nisso iremos ter a história que se passa no passado e o presente fica com Jacob nos contando o que está fazendo e o que aconteceu após o termino do seu livro.
Também temos o autor comentando o porque decidiu tratar de um assunto tão difícil para algumas pessoas como a morte. 

A capa da obra é bonita, mas acho que seria mais interessante se a modelo mostrasse os cabelos vermelhos como o da personagens, até mesmo por conta do título.
A diagramação está linda demais, a modelo da capa está em todo o livro dividindo os capítulos, os títulos dos capítulos estão com uma fonte maravilhosa, o livro só fica devendo mesmo na revisão.

Recomendo o livro para todas as pessoas que gostam de um romance com um draminha, mas muito, muito amor.

Até a próxima resenha 
Beijuh da Rêh

Nota 4


13 comentários:

  1. Gostei tanto da sua resenha e fiquei bem interessada no livro! Pena o que houve com a revisão, percebo muito esses detalhes.
    Beijos, http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gaby
      Que bom que gostou da resenha, infelizmente a questão da revisão foi o que me entristeceu no livro.
      Beijuh

      Excluir
  2. Olá, Rêh.
    Fico feliz que tenha gostado tanto do livro. Parece ser um livro legal, mas para ler sem grande expectativas.
    Infelizmente, por ora, não me chamou a atenção. Quem sabe futuramente eu não dê uma chance?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana
      Gostei sim, li bem rapidinho até de tanta curiosidade. Espero que possa ler sim a obra no futuro.
      Beijuh

      Excluir
  3. Olá!
    A capa realmente e bem bonita. Não consegui me interessar pela história e pra piorar ainda tem continuação rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Márcia
      A capa está caprichada mesmo. Que pena que não curtiu o enredo.
      Beijuh

      Excluir
  4. Olá, tudo bem?
    A capa não me chamou muito a atenção, e a premissa foi igual.
    Vou passar a dica dessa vez.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      Que pena que não curtiu o livro.
      Beijuh

      Excluir
  5. Oie!
    Desconhecia esse livro, mas, wow, que premissa é essa?
    Gostei muito de ler suas impressões também achei um ponto mega positivo que a história tenha sido ágil e que exista essa mudança de tempo.
    A única coisa que não gostei, entretanto, é a capa, achei ela meio feia :(
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruh
      Eu gosto de mudança entre passado e presente também. Sobre a capa preferia que a modelo mostrasse os cabelos, mas até acho bonita.
      Beijuh

      Excluir
  6. Olá!

    Não conhecia a trama, mas curti a premissa. Sobre a revisão da Arwen, eu e vários blogueiros já notamos a falta de cuidado da editora, uma pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kamila
      Que bom que curtiu o enredo. A Arwen tem esse probleminha com a revisão mesmo, o que é muito triste, já que todo mundo já avisou, é uma pena mesmo.
      Beijuh

      Excluir
  7. Oi Rê!!
    É uma pena quando o livro acelera e o contexto começa a ficar confuso! Adorei livros longos e com mistérios e acho que o autor deveria ter se utilizado disso, com relação à revisão isso realmente incomoda bastante e eu meio que fujo de livros cheios de erros, isso cansa a leitura e deixa o leitor muitas vezes confuso, realmente uma pena com o livro.

    Beijokas

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, ele é muito importante para nós!

 
CuraLeitura . 2017 | Layout feito por Adália Sá e modificado por Thaiane Barbosa