SONETO LXXXVIII


Quando me tratas mau e, desprezado, 
Sinto que o meu valor vês com desdém, 
Lutando contra mim, fico a teu lado 
E, inda perjuro, provo que és um bem.
Conhecendo melhor meus próprios erros, 
A te apoiar te ponho a par da história 
De ocultas faltas, onde estou enfermo; 
Então, ao me perder, tens toda a glória. 
Mas lucro também tiro desse ofício: 
Curvando sobre ti amor tamanho, 
Mal que me faço me traz benefício, 
Pois o que ganhas duas vezes ganho. 
Assim é o meu amor e a ti o reporto: 
Por ti todas as culpas eu suporto.

William Shakespeare

22 comentários:

  1. Oi Renata, tudo bem?

    Eu sou apaixonada por Shakespeare, seja pelas suas histórias ou pelos seus sonetos, ele conseguia colocar muito sentimento em tudo que escrevia e isto é fascinante. Este soneto em particular mexe comigo, com os desamores, com as dores, com o sofrimento que encontramos a amar. Adorei a ideia de trazer esse soneto, pois todos deveriam lê-lo e apreciá-lo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice
      Ahh eu adoro poema e poesias e Shakespeare é simplesmente um rei, temos vários poemas dele aqui e nunca nos cansamos.
      Que bom que gosta desse, eu também adoro
      Beijuh

      Excluir
  2. Olá Renata, tudo bem?
    Conheço pouco as obras de Shakespeare, mas amei esse soneto, mostra todo o desprendimento, de nós mesmos, que o amor traz.
    Beijokas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucy
      Então que bom que trouxemos um pouco mais dele para você conhecer.
      Beijuh

      Excluir
  3. Não conheço muito a obra do Shakespeare, mas sei que ele sempre imprimiu muito sentimentalismo e emoção em sua escrita e podemos ver isso nesse belo soneto que nos mostra o quão o amor nos faz abrir mão pelo outro. Beijinhos do Wes +_+

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Wesley e é cada obra melhor do que a outra, cada texto e poesia. Ele era realmente incrível.
      Beijuh

      Excluir
  4. ah Shakespeare, um dos melhores senao o melhor <3 belissimo soneto, me vejo durante a cena, passando pelos mesmo.. erros, acertos ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem nunca passou por algo assim que atire a primeira pedra não é mesmo.
      O bom que sempre encontramos nas palavras o conforto.
      Beijuh

      Excluir
  5. Belíssimo soneto de Shakespeare. Gosto muito de Duas Asas falando sobre a reciprocidade. Em tempos atuais de desamor e um ótimo soneto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Arthur
      Esse eu não conhecia, vou pesquisar para ler, uma dica dessas não posso deixar passar.
      Obrigada por ter vindo
      Beijuh

      Excluir
  6. OOi!
    Não conhecia esse, achei maravilhosos e repleto de sentimentos, assim como quase todos de Shakespeare! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cá
      Realmente, Shakespeare é outro nível né. rsrsrs
      Beijuh

      Excluir
  7. Shakespeare sabe expressar a complexidade e a intensidade do amor como ninguém!

    Muito bom gosto tem por publicar tão bela obra do imortal gênio, Renata.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vitor
      Concordo com tudo o que falou e acho que temos que trazer essas obras para o público que ainda não teve contato, é importante.
      Beijuh

      Excluir
  8. Olá!
    Shakespeare nunca decepciona né?
    Lindo soneto, amei! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nat
      Pelo menos á mim ele nunca decepcionou. Que bom que curtiu, é a intenção.
      Beijuh

      Excluir
  9. Olá...
    Amei e como não amar né... gostei demais... Shakespeare sempre trazendo palavras que entram em nosso intimo e nos leva para as melhores viagens... Adorei!!! Xero!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diana
      Parece que ele nós conhece e transmite exatamente o que estamos sentindo, ele é demais.
      Beijuh

      Excluir
  10. Olá Renata,
    Shakespeare é um autor magnífico não é? Mesmo sem curtir muito poesias, as dele sempre tocam meu coração e me enchem de alegria.
    Adorei conferir esse soneto e queria me sentir assim um dia.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna
      Eu conheço um pouco de poesia, sou apaixonada nestes textos que trazem uma carga sentimental enorme, por isso os trago para vocês, para que conheçam e sintam tudo o que ele transmite.
      Beijuh

      Excluir
  11. Oi.
    William Shakespeare é vida. Antes li muito de seus sonetos e poemas. Quero muito ter a chande de ler as obras dele. Até agora só consegui ler Romeu e Julieta. Preciso voltar a ler mais dessas poesias e seus livros. Adorei esse, ainda não tinha lido.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Amo poesias, amo Shakespeare e amo o Cura Leitura! Sério mesmo! O romance e a entrega que o soneto revela são magníficos e deslumbrantes. A gente se transporta a um sonho. E no mais... Mesmo que não entendamos algumas palavras trechos, ou o contexto da obra, ler poesia sempre afaga o coração e traz uma paz imensa à nossa alma. Amei! Parabéns pela sensibilidade!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, ele é muito importante para nós!

 
CuraLeitura . 2017 | Layout feito por Adália Sá e modificado por Thaiane Barbosa