Autor do Mês: Lewis Carroll


"Eu... eu... nem eu mesmo sei, nesse momento... eu... enfim, sei quem eu era, quando me levantei hoje de manhã, mas acho que já me transformei várias vezes desde então." (Lewis Carrol)





Charles Ludwidge Dogson, mais conhecido pelo pseudônimo  Lewis Carroll, nasceu em 1832 na Inglaterra e faleceu em 1898. É o autor de Aventuras de Alice no País das Maravilhas, obra que todos conhecem tanto pelo livro quanto pelas adaptações ao cinema. Foi publicada pela primeira vez em 1865, mas até hoje tem uma multidão de fãs do mundo infantil e adulto. Alice no País das Maravilhas foi, e é, um grande sucesso e está entre as mais importantes obras da literatura universal, traduzida para mais de 30 línguas.

 Alice Liddell (1858). 

 As ilustrações originais de John Tenniel, não dão a aparência real de Alice Liddell, que tinha cabelo escuro e uma franja curta. Diz uma lenda que Carroll enviou ao ilustrador uma fotografia de Maria Hilton Tennielowi Babcock, outra amiga do autor, mas não está definido se Tenniel realmente utilizou-a como modelo.


Carroll tinha muito interesse por geometria, álgebra e lógica, por isso estudou matemática na Universidade de Oxford, neste mesmo local também  foi convidado a dar aulas, atuou aí como professor de 1855 a 1888. Publicou alguns poemas, tratados matemáticos, livros de lógica, adivinhações e jogos. Enquanto foi professor conheceu seu amigo Henry Liddell, que era pai de Alice, a inspiração para o seu livro mais bem sucedido. Além desses livros ele escreveu Alice Através do Espelho, que aborda novamente a personagem Alice em outras situações.

 O pai de Carroll era pastor anglicano e queria que o filho também se dedicasse a vida religiosa, mas ele preferiu dedicar-se mais a seus estudos. Lewis Carroll teve dez irmãos e cresceu em um ambiente cheio de crianças, o que lhe ajudou com sua habilidade de contar histórias.


Carroll também foi fotógrafo amador, e colecionava fotografias de meninas entre 8 e 12 anos de idade. Ele declarou “gosto de crianças (exceto  meninos)”, o que fez com que alguns críticos contestassem  seu caráter , o chamando de pedófilo. A verdade é que da obra que aborda Alice podem surgir muitas interpretações.


7 comentários:

  1. Olá
    Gostei do post
    Vc sabia que ele foi um dos suspeitos de ser o O estripador?
    Li isso em uma revista.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oiee ^^
    Eu não sabia nada sobre o Lewis, além de "Alice no país das maravilhas". Eu cheguei a ler uma adaptação da história quando mais nova, e vi tanto o filme quanto o desenho de Alice várias vezes, e gosto muuito. Não sabia que ele era fotógrafo e colecionava imagens, eu também pensaria que ele era pedófilo considerando isso.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto muito de Alice, mas depois que soube dessas noticias fiquei com o pé atrás com o autor (haha).

      Excluir
  3. Coisa mais esquisita essa coleção de fotos de meninas, credo. Achei a citação no início a cara dele, bem a cara de quem escreveu aquela coisa louca que é Alice.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida desse homem é uma confusão (hahá). As Aventuras de Alice ou se ama, ou se odeia.

      Excluir
  4. Oi Meiri!
    Lewis Carroll é muito polêmico né? Eu não deixei de gostar da obra dele depois que soube da sua fama de pedófilo, mas confesso que fiquei muito decepcionada e toda a admiração se foi. Sei que naquela época os costumes eram outros, mas mesmo assim, o que ele fazia era muito estranho...
    Bjs!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, ele é muito importante para nós!

 
CuraLeitura . 2017 | Layout feito por Adália Sá e modificado por Thaiane Barbosa