Resenha: A Queda dos Anjos


Título: A Queda dos Anjos - Fim dos Dias 1
Autor: Susan EE
Editora: Verus
Páginas: 279
Ano: 2016





Esse é o primeiro livro da trilogia Fim Dos Dias, escrita por Susan EE. Foi lançado pela Editora Verus em Fevereiro/2016.

Estamos em um mundo pós-apocalíptico, nos EUA. Os anjos vieram para a Terra e causaram destruição, são nossos grandes inimigos. Os poucos seres humanos que restam vivem se escondendo dos anjos e se juntam em gangues. Chegaram ao ponto de matar outros seres humanos e roubar alimento de outras gangues para sobreviver, ninguém gostaria de topar distraidamente com um grupo por aí. 

Nossa personagem principal é Penryn. Ela é uma adolescente de 16 anos, que cuida e protege uma mãe esquizofrênica e uma irmã paraplégica (Paige). Penryn tinha tudo para ser depressiva e sucumbir, mas ela é extremamente forte, não se abala com qualquer coisa e nem desiste. Desde a infância ela fez aulas de diversos tipos de lutas, por isso não podemos dizer que ela não está preparada, mas os anjos são muito mais fortes e ainda voam, certo?

Um dia, enquanto saiam de seu abrigo antigo em busca de outro, as três acabam presenciando, escondidas, uma briga entre anjos. Três anjos batiam em um outro que estava sozinho. O anjo que estava sozinho lutava muito bem, mas tinha três oponentes e isso não é uma tarefa fácil. Quando arrancaram a asa deste anjo, Penryn acabou fazendo barulho e foi vista pelos outros, nesse momento ela percebeu que não tinha saída a não ser tentar ajudar o anjo caído. Pegou então a espada do anjo que havia sido jogada longe e mandou para ele, assim, ele conseguiu lutar. 

O anjo em questão é Raffe, ele consegue lutar contra os outros três anjos, que acabam fugindo. Mas antes de fugirem, com raiva do que Penryn fez, eles sequestram sua irmã. Sua mãe, louca, acaba fugindo correndo. A garota então salva o anjo que estava sangrando no chão, e leva ele e sua asa para um local seguro. Ela combina com ele que, ele a levaria até o ninho dos anjos para salvar a irmã, e ela o ajudaria a encontrar uma forma de recuperar (costurar) suas asas.



Não vou contar mais da história para não dar spoilers. Acho importante dizer que não há um triângulo amoroso e também que o foco está longe de ser o romance. Honestamente, quase não há nenhum romance, pelo menos não nesse primeiro livro. Os personagens são bem construídos, inclusive Penryn, que não é de fazer nenhum mimimi. Paige, a irmãzinha de Penryn, é um doce de garota e a mãe delas é completamente louca, mas acredito que ainda vai fazer muito na história. Existem alguns outros personagens maravilhosos, mas teria que dar spoiler para falar deles, então deixarei para vocês descobrirem quando ler. 

Gostei muito da história, é de longe a melhor história envolvendo anjos que eu já vi até hoje. Não gosto muito de comparar e até acho que não tenha como nesse caso, mas, na minha opinião, a história dá muito mais emoção e satisfação do que Fallen e Hush Hush, com personagens e história melhor construída. Amei o Raffe! Capa, diagramação e ortografia são muito boas, encontrei pouquíssimos erros de ortografia. Estou ansiosíssima pela continuação! Super recomendo!

Beijos e boa leitura,
Gaby

Nota: 5

3 comentários:

  1. Oi Gaby, tudo bem?
    Gostei da premissa, principalmente que a menina não parece chata e sim bem forte, gosto de livros com personagens maduras pra idade.
    Quanto a ser de anjos me assustou, pq tive poucas experiências com esse tema que funcionaram kkkk E incrivelmente são dois nacionais: A escolhida da Amanda Agatha e O penhasco da Carine Raposo...
    Vou te acompanhar nos próximos pra ver se entra pra lista, adorei a resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gabrielly! Parabéns pela resenha. Sua expressão é simples e objetiva. Adorei. Obrigada por nos trazer mais uma obra literária contemporânea. Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Gente! Amei, quero ler pra ontem!
    Bjs

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, ele é muito importante para nós!

 
CuraLeitura . 2017 | Layout feito por Adália Sá e modificado por Thaiane Barbosa