Poesia Concreta


A poesia concreta é o tipo de poesia que encanta qualquer um, desde aquele que gostam de ler aos que não gostam. Ela contém uma gama de informação apesar de normalmente ser pequena, contudo o foco é o plano visual e não o semântico.
A estética é o ponto chave desse tipo de poesia, que vai do visual ao palpável. É muito interessante e curiosa, e requer de quem a produz muita criatividade.

Os poemas  de Augusto de Campos são as que mais me chamam a atenção, afinal foi por ele que tive o primeiro contato com esse tipo de poesia, ele não só aborda o visual mas também o sentido. O livro Viva Vaia reúne a maioria de seus poemas (aliás, quem quiser me presentear com esse livro estou aceitando haha). Veja abaixo três dos poemas dele:

1.


2.

3.


Como podemos ver, esse tipo de poema  interage com o leitor. Ao ler precisamos soltar nossa imaginação e sair da superficialidade da leitura.

10 comentários:

  1. Eu nao conhecia esse tipo de poesia, na verdade, sempre gosto de ler poesia quando vem com livros de romances ou algo do tipo.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Todos que me conhece sabe que amo poesia.
    Eu lembro que aprendi isso na escola,
    Que legal, pois hoje pelo menos é difícil ver, que bacana lembrar!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito interessante e acho que deveria ser trabalhado nas escolas, nunca vi isso lá.

      Excluir
  3. Olá!

    Não sou muito fã de poemas, mas admiro quem escreve. Conheci o Augusto ainda nos tempos de escola, ele faz esse tipo de poema como poucos, é maravilhoso.

    ResponderExcluir
  4. Olá, acho super criativo esse tipo de poesia...\

    Gostei da seleção.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Olha, eu não gosto de poesia. Mas poesia concreta é uma categoria diferente e essa me atrai, principalmente depois que fiz uma oficina com o objetivo de interpretá-las usando a voz e o corpo. Viajo vendo isso, adoro!

    ResponderExcluir
  6. olá! Que post interessante! Não conhecia esse tipo de poesia e achei muito interessante, por que ela te pega logo pelo aspecto visual e te faz interpretar o texto por outros meios. Muito legal, beijos!

    ResponderExcluir
  7. Bacana esse formato de poesia, só li nos formatos comuns e não me lembro de já ter lido algo desse autor. Fiquei meio vesga nas imagens, a miopia é brava,hahaha, mas curti a experiência.

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Esse é o tipo de poesia que todo mundo vê, lê em algum lugar e não reconhece! Claro que algumas foram feitas como propagandas, ou para satirizar, enquanto outros são mais profundas, mas não deixam de ser desse estilo. Eu gosto muito de sonetos, porém não deixo de apreciar tamanha criatividade.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, ele é muito importante para nós!

 
CuraLeitura . 2017 | Layout feito por Adália Sá e modificado por Thaiane Barbosa