Resenha: O Senador

Título: O Senador
Autora: Fernanda Terra
Editora: Arwen
Páginas: 450
Ano: 2014












Sinopse: A dureza e a arrogância do político Artur Scott se desmancha depois de conhecer Linda Stevens. A jovem jornalista encontra nele um coração confuso e perdido, pronto para se entregar ao amor. E é apenas com ela que Artur consegue se esquecer do fascínio de sua carreira política precoce.
Linda tem a força e determinação necessárias para estar na vida de seu homem de ferro. E nada pode atrapalhar esse amor.
Entretanto, a vida no Senado também trará inimigos mais próximos do que eles imaginam, que pode derrubar a reputação dos Scott.
Mas é ela quem poderá ajudar seu Senador a governar um país inteiro. Linda mostrará a Artur como ser um homem e um político melhor, provando que o amor pode mudar tudo.
Ele tem o poder de colocar o mundo aos pés dela. Ela tem o poder de colocar os pés dele no chão.


Linda tem a força e determinação necessárias para estar na vida de seu homem de ferro. E nada pode atrapalhar esse amor. 
Entretanto, a vida no Senado também trará inimigos mais próximos do que eles imaginam, que pode derrubar a reputação dos Scott. 

Mas é ela quem poderá ajudar seu Senador a governar um país inteiro. Linda mostrará a Artur como ser um homem e um político melhor, provando que o amor pode mudar tudo. 
Ele tem o poder de colocar o mundo aos pés dela. Ela tem o poder de colocar os pés dele no chão.

O Senador é o segundo livro da trilogia Entre o Amor e o Poder, de Fernanda terra. Aqui tem a resenha de O Deputado, primeiro livro. 


Em O Senador a gente acompanha como se dá a vida do agora senador Arthur Sebastian Scott, apos mudar-se de Nova York para Washington. Um pouco diferente de quando era deputado, ate porque assumiu publicamente o relacionamento com a (ex)jornalista do The New York Times, Linda Marilyn Stivens. O livro continua no mesmo estilo do anterior, é narrado pelos personagens principais se reversando. 

“ 'Não o mude para amá-lo... Ame-o para mudá-lo!’ Amor não é se envolver com a pessoa perfeita. Aquela dos nossos sonhos. Não existem príncipes nem princesas. Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos. O amor só é lindo quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.”


Neste livro, diferente do anterior, tem mais suspense, surpresas, enfim... não é tão previsível quanto o outro, mas nada TÃO diferente. Pode-se dizer que a história começa agora. Como toda felicidade e sucesso financeiro atraem invejosos, com linda e artur não seria diferente. Esse é o ponto marcante do livro, diferente do primeiro que quase todos apoiavam o deputado, agora Arthur se depara com pessoas de comportamento duvidoso e que so querem lhe dar rasteira.


NOTA: 3

1 comentários:

  1. Adorei sua opinião, ainda não li, apesar de ter os dois hahaha

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, ele é muito importante para nós!

 
CuraLeitura . 2017 | Layout feito por Adália Sá e modificado por Thaiane Barbosa